• Ela: Sai daqui, vai ficar com as suas amiguinhas
  • Ele: Não saio.
  • Ela: Você é um completo idiota.
  • Ele: Seu idiota.
  • Ela: Você é um imbecil.
  • Ele: Seu imbecil.
  • Ela: Você é um babaca.
  • Ele: Seu babaca.
  • Ela: Da pra parar de falar que você é meu? Eu ainda to com raiva de você.
  • Ele: Não da pra parar de falar a verdade.
  • Ela: Quem você ama?
  • Ele: Minha namorada.
  • Ela: E quem é ela?
  • Ele: Uma menina aí.
  • Ela: Me apresente, quero conhece-lá.
  • Ele: Tudo bem, amanhã na frente da escola. Estarei lá com ela!
  • Ela: Ok.
  • No outro dia, na frente da escola, a menina chega e fica esperando ele aparecer com a sua suposta namorada, mas ele aparece sozinho…
  • Ela: Cadê sua namorada? Não pode vir?
  • Ele: Não. Ela esta aqui.
  • Ela: E onde ela está?
  • Ele: Bem na minha frente.
  • Ela: Como?
  • Ele : QUER NAMORAR COMIGO ?
Ela é uma mulher menina que precisa urgentemente ser mais forte. Ela quer alguém que leia seu sorriso antes de olhar o seu decote. Ela vê suas amigas se entregando ao primeiro que aparecer, numa tentativa boba de se preencher. Garotas querem mais amor de verdade, mais sinceridade. Garotos são todos iguais, tem necessidade, não passam vontade. Mas “tô” aqui pra provar. Eu não te deixaria por uma aventura a toa e nem te trocaria por qualquer outra pessoa. Só pra matar a vontade, o crime não compensa. Garotas inocentes não merecem chorar. Por garotos que não tem a verdade no olhar. Escolhi ser diferente, amor, só pra te amar.
Luan Santana.  (via n-o-v-o-h-e-r-o-i)
Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou humana. Sou manhosa. Sou assim. Quero que as coisas aconteçam já, logo, de uma vez. Quero que meus erros não me impeçam de continuar olhando para a frente. E quero continuar errando, pois jamais serei perfeita. Ainda bem!
Clarissa Corrêa  (via ofuscador)