Ei amor, senta aqui vamos conversar tenho tanta coisa pra te falar…
Sabe você é incrível, é maravilhoso, tem uma força que me supreende, a maneira que você enfrenta os seus problemas e as perdas me fascina, sua alegria, sinceridade e o seu jeto sério de ser me encanta. Tento da melhor forma dizer o quanto você é especial mas sempre chego a conclusão que nada que eu pudesse escrever iria mostrar o quanto você é especial para mim. O que mais me da força pra continuar escrevendo é o amor e o encanto que eu tenho pela pessoa que você é, e não estou falando de beleza, falo de algo mais forte sabe? Falo da sua alegria que passa ao sorrir, da verdade que passa no seu olhar, que por sinal eu amo! Falo também do homem guerreiro e forte que você é e do caráter que você tem. Enfim você é a melhor parte de mim, te odeio de vez em quando, mas te amo o tempo todo.
Para alguém que talvez nunca irá ler.  (via trovejo)
Mas ela diz que me ama. Ela chega de fininho como quem não quer nada, pega minha mão, toca no meu cabelo e depois a ouço dizer coisas como - “Ah, não vai embora, tá cedo”. Mas eu não dou ouvido, quer dizer, bem que tento. A verdade é que ela não sabe falar coisas bonitas, não sabe como fazer eu me sentir realmente desejado e quando tenta parecer uma garota normal, acaba parecendo um daqueles pepinos estragados que não mudam de cor, sabe? Eles são verdes de qualquer jeito. Certo dia ela tentou me matar, digo, falar que me ama, pode isso? Nos conhecemos há anos, nos pegávamos sempre que tínhamos chance e essa vadia resolveu estragar tudo falando do seu amor por mim - fiquei triste é claro – mas dei um sorriso forçado e fingi que não havia escutado. O silêncio foi nossa conversa pelos próximos 5 minutos, tudo bem, ela sempre faz isso, pensei. Ela sempre gostou de me fazer chegar ao céu e em seguida me jogar lá de cima sabendo que eu nunca aguento o impacto. Eu perguntei se ela sabia o que acabara de me contar e ela me responde que sim, com uma cara de quem na verdade não sabe nem se comeu. O fato é que a gente se meteu numa confusão, eu sei e você sabe também que, você nunca sabe o que diz nem o que quer. O que está acontecendo? – pergunto – Você tá carente? Você não conseguiu pegar o cara que planejava pegar na noitada? Porque se for, pode ir parando. – ela responde com um sentimentalismo barato, diz que sou um idiota e que sou só mais um garoto como os que ela pega nas noites da “vida” – que seja. Na semana seguinte à minha morte, eu a vejo novamente com um vestidinho até os joelhos e uma blusa com uma estampa “floral”, (uma espécie de estampa com flores). Ela me parecia um pouco diferente do normal, não só pela delicadeza que a blusa transmitia, mas pelo penteado que normalmente não é penteado e sim só uma “passada de mão”, como eu costumo chamar. Eu nunca fui uma pessoa boa em puxar conversa, muito menos quando preciso conversar. Nunca fui bom em pedir desculpas e sempre achei que meu orgulho nada mais era que minha falta de jeito com esse tipo de coisa. Tudo bem, eu precisava, não queria perder alguém que por mais cretina que fosse, - às vezes, quase sempre – era meu ponto de paz. – Bem, não sei como dizer isso, acho que eu acabei exagerando no outro dia e queria pedir desculpas. – ela não me olha, sabe que na verdade eu não to muito afim de fazer isso. Pedir desculpa, tem coisa mais complicada? – não, pensei – Sabe, Yasmin, você não pode falar que me ama e em seguida me deixar no silêncio, caramba. Você sabe o poder que tem sobre mim e abusa da minha insegurança comigo mesmo pra falar coisas do tipo. Você pensa que eu não saquei, né, mas eu saquei. Você vem segurando minha mão e depois toca no meu cabelo achando que isso vai me fazer querer que você faça carinho, pois bem, eu não quero. Tá, talvez eu queira… Talvez seja legal segurar tua mão enquanto tu pega no meu cabelo com a outra. Droga, eu não queria me apaixonar, não de novo. A gente já passou por isso antes, não? Você vai me fazer voar e depois cortar minhas asas, é sempre assim. – ela me olha com um sorriso e me pergunta o que eu tenho contra o amor correspondido – bom, esses são os piores, não? É o tipo de amor que te mata e depois te faz viver de verdade.
Marcos Filipe.    (via soupoetico)
Posso te pedir um favor? Não minta para mim, não me iluda e de forma alguma brinque com o que eu ouso sentir. Se preciso for me ajude a entender, a escolher e a nunca jamais desistir. Se um dia você de mim cansar, me avise, assim eu tento me reinventar e fazer de tudo para você não mais desejar partir. E se por acaso o fardo da vida for difícil de carregar, aprenda a dividir comigo, assim juntos poderemos aguentar. Faça de mim o seu mais singelo abrigo, a sua única e verdadeira opção. E prometa somente aquilo que poderás vir a cumprir.
O Diário de Sofi. (via finais)
Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Quando desliguei o telefone pra lá das 04:00 horas da manhã, eu disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante, jamais sairia da minha cabeça… Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um pelo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memoria me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me vesse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abracasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que tenha teu tempo todo meu e minha vida toda dele. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louca por você, completamente fascinada pelos seus olhos. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara… Eu fiz isso com todos os outros. É, só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi o príncipe que eu esperei a vida inteira. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade.
Tati Bernardi.   (via acorrentei)
Posso te confessar uma coisa? Eu sinto sua falta. Mesmo sendo minha opção te tirar da minha vida, e tentar te esquecer. Você me faz muita falta. Apesar de tudo, eu queria que você estivesse aqui comigo.
I miss you. (via trovejo)
É com você que eu quero ficar até os últimos dias de minha vida. É com você que eu quero me casar. É com você que eu quero ter um futuro. É com você que eu quero ter uma família. É com você que eu quero discutir sobre quem vai levantar da cama e apagar a luz. É com você que eu quero ter nossos filhos, um com o seu sorriso e outro com seu olhar, É com você que eu quero compartilhar minha felicidade. É com você que eu quero dividir as lágrimas dos momentos ruins. É com você que e sempre será você.
Amanda Oliveira.     (via velejo)
Mais uma vez, ele se foi. Minha primeira reação não foi de ficar desesperada nem nada, acho que a ficha não havia caído ainda. Fiquei indiferente, meu coração parecia estar parado, eu não sentia mais nada, talvez, a dor tenha sido tanta, que ela mesma causou anestesia. O problema foi a hora que a anestesia passou, a ficha caiu, eu coloquei os pingos no “i’s” e finalmente vi que eu não teria mais você, e agora é assim que eu vivo, dormindo mais, vivendo menos. Enquanto eu durmo, eu não lembro, não choro, não me culpo por tudo ter acabado, não sofro. Outro dia me disseram que a gente deve dormir pra descansar e não pra fugir dos problemas, mas eu durmo pra descansar. Pra descansar o coração de sentimentos que andam me fazendo mal.
Michele Valentim  (via acorrentei)
Ela te ama, existem mil provas em coisas que ela nem precisa fazer pra te mostrar isso. Pois veja, você todo desajeitado e ela toda arrumadinha, você todo ogro e ela toda princesa, você todo grosseiro e ela toda bonitinha, você todo desorganizado e ela toda certinha, você todo perdido e ela toda certinha, você gosta de reggae e ela de rock, você prefere balada e ela prefere ficar em casa, você prefere video game e ela prefere ler, são totalmente contrários, mas sabe, você são meios. Você todo é meio e ela toda é meio, oque falta nela, você tem, e oque te falta, ela tem, só ela tem o jeito certo de te conquistar e só você tem as palavras que ela precisa ouvir no fim do dia. Vocês dois são meios, meios de felicidade um ao outro, você é o meio de fazer ela feliz e vice versa. Vocês são meio, meio apaixonados, meio loucos um pelo outro, meio bobos, mas que quando estão juntos tudo isso se completa, porque vocês são a metade um do outro. Agora vê porque deu certo? Mesmo com toda essa infinidade de motivos pra dar errado? Não tem como dar certo com a metade errada. E ela, meu caro, ela é o meio que foi feito pra te deixar completo.
Michele Valentim  (via acorrentei)
Hoje fiquei pensando em você e pensando no que eu sinto por você e é engraçado porque quando eu estou longe eu não sinto aquele amor incontrolável de quando eu estou perto. Eu não sinto a necessidade de te beijar e te tocar, queria entender isso, queria saber porque eu sinto isso. As vezes eu chego a pensar que eu não te amo.
Para alguém que talvez nunca irá ler. (via acorrentei)
— O que quer que eu faça?
— Faz assim: vamos viver. Deixa que o tempo se encarrega de fazer todos problemas sumirem. E o que não sumir, a gente guarda numa gaveta e finge que esqueceu por aí. Eu só preciso de você para ser feliz.
Os porquês de Amélia Roswell.  (via acorrentei)
Cara, você gosta mesmo de mim? Você me quer mesmo ao seu lado “pra sempre” como você vive dizendo nas redes sociais? Olha, não brinca com isso. Eu levo muita coisa à sério, inclusive essas suas declarações repentinas. Eu sei que pareço ser boba, que pareço não ligar pra muita coisa e sei também que na maioria das vezes — quase todos os dias — eu demonstro não ter sentimentos, mas eu tenho e tenho muitos, viu? Não brinca comigo. Não desperta em mim algo que você não vá conseguir cumprir. E não, de forma alguma estou desconfiando das coisas que você diz, só ajo assim porque foi a vida quem me tornou desse jeito. Foi a vida quem criou essa casca de que “eu sou forte e nada me abala” por fora, mas aqui dentro de mim, só eu sei o quanto dói ser enganada, só eu sei o quanto é ruim se iludir com um “eu te amo” dito em tempos de brincadeira. Olha, eu também só queria te avisar que se você está realmente disposto a enfrentar tudo e todos por mim, terá que me enfrentar primeiro, enfrentar o meu lado ciumenta, possessiva, escandalosa, chata, irritante e principalmente, o meu lado de menininha. São coisas pequenas e bobas, eu sei. Mas sei também que são coisas que podem te afastar de mim um dia. Enfim, eu só não quero que chegue aqui, pague de “o bonzão” e depois vá embora achando que conquistou muita coisa. Porque calma eu sou boa, mas nervosa eu sou muito melhor. Abre teu olho.
Bilhete Anônimo.  (via relevoar)